Controle de VentiladorMuitas vezes comodidade é tudo! Portanto, porque não construir um controle remoto para ligar e desligar dispositivos diversos na sala (ex. abajures) sem levantar do sofá? Esta foi a ideia geral desse projeto: Montar um controle remoto para pura comodidade. O projeto utiliza o microcontrolador ATtiny2313, responsável tanto pela decodificação do sinal de um controle remoto infravermelho, usando o popular protocolo RC5, como pelo acionamento de 4 relés. O projeto possui um alto potencial para expansão e implementações de funcionalidades adicionais. A montagem foi feita utilizando um gabinete de um estabilizador de tensão que andava sem uso, além de aproveitar o circuito de uma pequena fonte chaveada com bivolt automático. Para o controle manual, foi utilizado um modelo minimalista, facilmente encontrado nas lojas do ramo.

Controle de VentiladorEm varias situações é necessário sincronizarmos o relógio de vários equipamentos, tanto aqueles que compõem a infraestrutura de uma rede quanto estações de trabalho e servidores. Contudo, para que isso funcione corretamente é imperativa uma boa conexão desses dispositivos com a internet. Isso nem sempre é desejado por razões de segurança, uma vez que, dependendo da arquitetura particular da rede, é interessante que alguns dispositivos não tenham comunicação com a internet. Em outras palavras, muitas vezes se deseja que alguns equipamentos se comuniquem via a rede local sem acessar a rede externa. Portanto, seria interessante ter na rede local um servidor de horário, um servidor NTP (Network Time Protocol), completamente independente e que só tenha trânsito na rede local. Uma opção para isso é que ele obtenha seus dados de data e hora não a partir de um módulo RTC, (Real Time Clock), mas sim de um GPS (Global Positioning System).

Controle de VentiladorÉ bastante usual necessitarmos ventiladores para contornar o sobreaquecimento de equipamentos eletrônicos, principalmente de informática. Contudo, o ruído produzido por ventiladores comumente perturba bastante o usuário. Foi esse problema que tive que enfrentar ao montar um mini servidor de arquivos usando um Raspberry Pi 3 Model B, em conjunto com o Open Media Vault (OMV). Durante a transferência de arquivos pela rede, a temperatura da CPU atingia tipicamente 60 °C, chegando facilmente aos 75 °C, caso esse regime de operação se mantivesse por alguns minutos. Isso ocorria mesmo com um dissipador fixado na CPU através de um thermal pad de carbono. De fato, esse estresse térmico, principalmente para um circuito de uso continuo, pode reduzir significativamente o tempo de vida do equipamento, sendo a incorporação de um ventilador a solução mais viável e barata.

Controle RemotoTudo começou quando presenteei minha Mãe com um televisor Sony Bravia. O problema que surgiu foi um dos mais típicos para a grande parte dos idosos: A acessibilidade. Como é usual, o controle remoto que acompanha o televisor mais parece um painel de um Boeing, possuindo 49 teclas e infinitas funções. Para uma parte das pessoas isso não causa muitos problemas. Contudo, para os idosos, isso dificulta tremendamente as coisas. A primeira dificuldade é relacionada à operação do controle remoto, pois muitas opções deixam as coisas confusas para aqueles acostumados a entender um televisor como sendo apenas um televisor. Mesmo eu fico muitas vezes aborrecido com tal parafernalha e na verdade uma boa parte dos consumidores acabam usando somente o básico. Entretanto, o pior problema é relacionado com a visualização dos controles, ou seja, a presença de muitas teclas implica em legendas pequenas, símbolos indecifráveis e teclas minúsculas que de nada ajudam uma pessoa que tenha restrições na visão. De imediato fui em varias lojas procurando um controle remoto mais simples, com menos teclas e símbolos de fácil visualização. Após muito esforço só encontrei um modelo da própria Sony que não é vendido no Brasil, sendo disponível somente em uma loja nos Estados Unidos. Em principio isso resolveria o problema. Porem, ao calcular o custo total, somando o preço do produto, custo de remessa internacional e os prováveis impostos, desisti de tal aquisição. Portanto, só me sobrou uma opção: Construir meu próprio controle remoto adaptado exatamente para as necessidades presentes.

O presente projeto apresenta um programador AVR, para micro-controladores ATMEL, que utiliza comunicação usb, possuindo um soquete zif para programação do chip ATmega8. Este gravador dispensa qualquer alimentação adicional, sendo completamente abastecido pela porta usb do pc. Adicionalmente é incluído um conector DB9 destinado à programação de outros chips, externamente ao gravador. Seu desempenho é bastante rápido sendo bem indicado para a implementação de códigos mais extensos.